Cidade do Rock terá Espaço Favela

07/11/2018


Em meio aos anúncios de headliners e bandas do Palcos Mundo e Sunset, o Rock in Rio promoveu uma prévia no fim da tarde de terça-feira, 06 de novembro, para apresentar a estrutura cenográfica e de iluminação do Espaço Favela, que é umas das grandes novidades no evento em 2019: a jovem cantora Tuany Zanini, o pianista Jonathan Ferr, ambos revelações selecionados pela curadoria do evento, e a dupla de funkeiros Cidinho e Doca.

Para Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, “O Espaço Favela é como um amplificador do potencial da economia criativa que está dentro das comunidades por meio das danças, música e de todas as manifestações culturais presente nestes locais.”

Na sequência, Tuany Zanini e Cidinho e Doca performaram uma versão cheia de swing do hino do funk “Rap da Felicidade”, maior sucesso da dupla.

A ação de live marketing contou ainda com uma prévia do grande número de dança e atuação do grupo Nós do Morro que será realizado três vezes ao dia durante do Rock in Rio 2019 e uma apresentação do pianista Jonathan Ferr, oriundo da favela, que trouxe seu Urban Jazz, que funde gêneros como jazz, neo soul, rap e eletrônico. 

“O Rock in Rio é mais do que um festival, é uma plataforma de comunicação que vai dar voz, luz e mais espaço para os talentos das comunidades. Estatísticas mostram que 45% da população das comunidades é formada por empreendedores autônomos. Estamos fazendo uma curadoria de peso nas favelas, conteúdos genuínos de muita qualidade, e evidenciando o potencial incrível das comunidades para estarem conosco na Cidade do Rock.”, conta Roberto Medina, presidente do Rock in Rio. Para ele, levantar o tema do debate sobre o processo fundiário nessas áreas também deve ser o objetivo do holofote que está colocando nas comunidades. 

A jovem Tuany Zanini, que vai encerrar uma das noites do Espaço Favela, representa uma destas carreiras que o Rock in Rio pretende transformar. Moradora da Pavuna, Tuany é cantora, atriz, produtora, compositora e mãe, e com apenas 23 anos já tem muita história.

Começou a cantar ainda criança na igreja e no final de 2015 se firmou como artista, com atuação em peças e shows em bares da cidade ao lado do parceiro Chico Brum, 31 anos, músico e pai de sua filha, Morena. Com inspirações musicais como Elis Regina, Vanessa Moreno e Solange Knowles (irmã da Beyoncé), Tuany está trabalhando na produção do seu primeiro EP autoral, que terá oito músicas, e de um videoclipe da canção “Te Vejo” que trata da pluralidade do corpo da mulher negra de diferentes idades e tamanhos.

O Espaço Favela será dinâmico e com muitas atrações ao longo do dia. No total serão cerca de 260 artistas, de mais de 10 comunidades diferentes, envolvidos programação dos 7 dias de festival, sendo 28 bandas de diversos ritmos musicais (quatro shows por dia) além de muita dança com as apresentações do grupo Nós do Morro e poesia, com as batalhas de slam.

Economia Criativa

O Espaço Favela contará com três bares, que serão comandados por 20 empreendedores gastronômicos de comunidades escolhidos por meio de uma parceria com o Sebrae. Neste evento, por exemplo, o catering ficou por conta do buffet Maré de Sabores, do Complexo da Maré.

A iniciativa que começou com um pequeno projeto para melhor a alimentação das crianças nas escolas da região já produziu, desde 2010, mais de mil eventos, entre coffee break, brunch, almoço, coquetel, jantar e alimentação terceirizada para empresas, atendendo mais de 20 mil convidados e gerando renda direta para mais de 70 famílias da Maré. O cardápio  extenso,  tem muitas influências do Nordeste, uma vez que 60% dos moradores da Maré são nordestinos ou descendentes deles.

Cezar Vasquez, diretor-superintendente do Sebrae Rio, reforça que cada vez mais é preciso acreditar no potencial empreendedor e realizador das favelas do Rio. “Quando unimos forças com parceiros estratégicos, contribuímos para fomentar a potência empreendedora que existe nas favelas.”   Vasquez destaca ainda que: “Para o Espaço Favela, montaremos um programa de qualificação empresarial destinado aos setores de gastronomia, moda e economia criativa nas maiores comunidades do Rio de Janeiro, São Gonçalo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Niterói, São João de Meriti e Belford Roxo.

Para a parceria com o Rock In Rio, no Espaço Favela, já estão selecionados 20 empreendedores, representantes de onze favelas da cidade do Rio de Janeiro – Chapéu Mangueira, Babilônia, Rocinha, Vidigal, Providência, Morro do Pinto, Salgueiro, Cidade de Deus, Vila Kennedy e Complexo da Maré – além dos coletivos de empreendedores de alimentação Sabores do Porto e Maré de Sabores, este último oferecerá o catering do evento. 

Todos os empreendedores participam de aceleração de negócios, com duração de dez meses. O foco é aumentar a produtividade e adequação dos produtos às normas sanitárias (boas práticas de manipulação de alimentos, gestão financeira, formação de preço, direito do consumidor, alimentação saudável, oficinas de gastronomia e formalização). 

Em 2019, além da gastronomia, serão qualificados os empreendedores do setor de moda e os artistas que estarão no Espaço Favela.

Fonte: Redação.