McDonald’s usa Google para "antecipar fome"

07/07/2018


O McDonald’s fez uma parceria com o Google e a agência de mídia OMD Hong Kong para ajudar na condução dos pedidos feitos no drive-thru da rede de lanchonetes. A ideia da tecnologia é “antecipar a fome” dos clientes em Hong Kong.

Pelo acordo, o McDonald’s usa o “Real-Time Trigger” do Google e uma plataforma de gerenciamento de dados (DMP). Os “momentos de fome” são calculados com base na percepção de que os fãs de futebol ficam com fome quando estão excitados. Os principais são o começo, o intervalo e o final de um jogo, ou sempre que um gol é marcado.

O objetivo é atrair os clientes nestes momentos para que façam pedidos.

O acionador em tempo real permite que os anunciantes ativem campanhas de vídeo e exibição com base em momentos predefinidos ou eventos correspondentes a um evento real ou ao vivo.

A campanha do McDonald’s ainda aproveita a tecnologia do Google para enviar mensagens promocionais junto com pontuações em tempo real em momentos importantes.

Já o DMP ajuda a coletar insights, como itens de menu favoritos, para oferecer maior personalização e relevância às mensagens enviadas.

“A equipe fez um trabalho incrível ao usar os aprendizados acumulados em nossa plataforma de gerenciamento de dados para fornecer as mensagens mais relevantes durante um evento tão grande e obter resultados comerciais reais.”, afirmou Agnes Lung, vice-presidente de marketing do McDonald's Hong Kong.

“Esta campanha é um testemunho do nosso esforço para injetar conhecimentos humanos sobre a tecnologia de dados, uma crença que também ressoa com o McDonald's.”, declarou Gary Wong, diretor da OMD Hong Kong.

Vale ressaltar que o McDonald’s é um dos patrocinadores da Copa do Mundo da Rússia. No Brasil, a empresa tem feito inúmeras ações para ativar o patrocínio.

Com Neymar como garoto-propaganda, uma das mais conhecidas é a linha de sanduíches que é tradicionalmente feita de forma específica para o Mundial.

Fonte: Redação Promoview.

TAGs: Ação na Internet Alimentos Bebidas Não Alcool Copa do Mundo Futebol Internet Vendas - Aumento