Google muda algoritmo de busca para destacar reportagens

13/09/2019


Empresa alterou sistema para exibir textos jornalísticos com mais visibilidade. Meta é impulsionar trabalho da imprensa e destacar coberturas diferenciadas.

A gigante de buscas Google anunciou nesta quinta-feira, 12, que está fazendo uma alteração em seu algoritmo de pesquisas na internet para privilegiar "reportagens originais" quando um usuário procurar por um assunto em específico.

Confira as últimas novidades sobre marketing digital aqui.

Leia também: Google fecha patrocínio inédito com Tóquio 2020.

A princípio, a novidade está disponível apenas em inglês, mas deve se estender em breve para outras línguas, como o português. A novidade foi anunciada por Richard Gingras, vice-presidente de notícias do Google, em uma publicação no blog oficial da empresa. 

Segundo Gingras, o objetivo da mudança é privilegiar um trabalho que "Consome tempo, esforço e recurso das empresas de jornalismo."

Entre as mudanças anunciadas, o Google deve passar a destacar matérias que originaram outras reportagens subsequentes, bem como dar maior espaço para veículos de imprensa prestigiados – vencedores de prêmios importantes de jornalismo, como o Pulitzer, ou responsáveis por furos de notícias que mudaram a percepção sobre a política, economia ou a sociedade. 

"Com essas mudanças, as empresas de jornalismo se beneficiam de uma exposição mais ampla e prolongada de seu conteúdo original", destacou Gingras.

As alterações no algoritmo pretendem ainda identificar qual veículo publicou sobre um determinado tema primeiro – algo importante, uma vez que, dado que uma notícia importante é publicada, outras empresas jornalísticas também fazem matérias sobre o mesmo tema. 

"Não existe uma única definição para o que é reportagem original, nem um padrão absoluto para determinar o grau de originalidade de um artigo.", explicou o executivo. "Por isso, nosso trabalho terá de continuar evoluindo para entendermos o ciclo de vida das matérias." 

Fonte: Redação.

TAGs: google pesquisas-na-internet