Campanha digital australiana ''persegue'' quem convém com o sexismo

22/10/2018


No meio da era "Me Too", o sexismo - discriminação em função do gênero - continua a todo vapor nos mais diversos espaços, seja virtual ou físico.

Resultado de imagem para our watchConsciente de que este continua a ser um problema da mais alta ordem, a ONG australiana Our Watch lançou uma engenhosa campanha digital que faz um uso inteligente do retargeting - a estratégia de nos confrontar com os mesmos anúncios mais e mais uma vez.

A campanha Our Watch é composta de vários vídeos de curta duração em cada um dos quais um homem faz comentários completamente desprezíveis.

Se o usuário clicar para intervir e fechar a boca para quem fizer comentários tão agressivos quando o anúncio solicitar, ele será redirecionado posteriormente para um segundo vídeo em que outro personagem coloca os ''pontos no is'' para aquele que fez aparecer.

Depois de ser confrontado com este segundo vídeo, o internauta é parabenizado por ousar enfrentar o machismo e se diverte com a promessa de que não se deparará com anúncios da mesma campanha.

Se o usuário decidir para não fazer nada para parar a corrente sexista - ou seja, não clicar -, a campanha faz uso de redirecionamento para "perseguir" o internauta para que continue a se deparar com os anúncios.

Para realizar esta campanha única a agência Tinkerbell trabalhou com o Google para iluminar o modo - chamado de "detargeting" em torno do qual gira a ação original e instrutiva publicidade Our Watch.

Fonte: Redação Promoview.