O impacto dos dados na Era do marketing digital

30/09/2019


É indiscutível a presença da tecnologia na vida das pessoas e das empresas nos dias de hoje. Seja para comunicar, consumir, produzir ou mesmo utilizar produtos e serviços, é algo que não tem como pensar sobre a nossa rotina sem ela.

Tradicionalmente, o papel do marketing era criar comunicações que promoviam produtos e serviços. Esse papel mudou drasticamente ao longo dos últimos anos com a transformação do comportamento dos clientes, a velocidade das informações e a quantidade de dados que são gerados.  E esses dados são infinitos!

A quantidade de informações criadas nos últimos dois anos é maior do que a que foi gerada em toda a história da humanidade. É um volume tão grande que eles, simplesmente, são responsáveis por indicar tudo o que fazemos no universo on-line.

Esse rastro que é deixado internet afora é um verdadeiro caminho de tijolos amarelos para todas as empresas. Uma vez que as elas conseguem colher e entender as informações disponibilizadas por esses dados, conseguem avançar de maneira mais rápida e assertiva em direção aos seus consumidores.

Por isso, os dados se tornaram imprescindíveis para diversas áreas, sobretudo para a de marketing. Na Era digital, onde o volume de estratégias, campanhas e automações acompanha esse movimento em uma velocidade igualmente proporcional, essa inteligência é fundamental para a realização de análises extremamente precisas a fim de ajudar a otimizar e potencializar as performances de tudo o que foi planejado.

Essa possibilidade de metrificar e armazenar informações que podem ser analisadas e transformadas em insights é uma das principais vantagens que o marketing digital, apoiado pelas informações trazidas com esses dados, tem. Bem direcionadas, elas ajudam a encontrar oportunidades valiosas de impulsionar os negócios, principalmente quando eles estão relacionados ao universo das fintechs.

Para as empresas desse segmento, a análise de dados do marketing tem um papel essencial para a conexão dos objetivos com as necessidades da empresa. Além disso, os resultados obtidos com os estudos contribuem para ampliar a visão sobre o comportamento dos clientes e a inovação de produtos e serviços oferecidos.

Isso tem uma explicação de suma importância para as fintechs. Num mercado altamente competitivo no qual a demanda para conquistar os clientes é crescente, o estudo e compreensão dos dados, bem como sua aplicação, serão preponderantes para criar experiências e interações personalizadas.

Analisar dados também é importante para encontrar subsídios que podem contribuir para alcançar resultados expressivos, como, por exemplo, aumento nas conversões; identificar oportunidades e riscos; mapear e nortear o potencial da estratégia do marketing, entre outros aspectos igualmente relevantes. 

Esse é um dos maiores desafios da transformação digital: conectar os dados para que eles nos traga informações valiosas no processo de compra, e, assim, possamos trabalhar a experiência do cliente de forma otimizada.

E, antes de finalizar, o fator tempo não deve jamais ser deixado de lado. É ele quem irá determinar, ou não, o sucesso do que foi desejado. Afinal, analisar de forma eficiente é um importante aliado para que a equipe de marketing coloque em prática seu planejamento, aprenda de forma rápida com os testes implementados, sobretudo o digital, apresentando-se, assim, como uma das áreas-chave para crescimento da empresa. 

Por isso, o marketing atual precisa estar embasado em dados para ajudar a tomar a melhor decisão e seguir com o melhor plano de ação, apresentando-se, assim, como uma das áreas-chave para crescimento da empresa.

Fonte: Danielly Fonseca.

TAGs: artigo marketing-digital tecnologia