Canal
Geral

Evento marca abertura da fábrica da Itaipava em Alagoinhas

Por: 0 26 de Novembro de 2013

O Grupo Petrópolis inaugurou no dia 22/11 sua primeira fábrica no Nordeste, em Alagoinhas, a 108 km de Salvador. Cerca de cinco mil pessoas participaram da festa de inauguração. Entre elas, autoridades como o ex presidente da República Luis Inácio Lula da Silva e o governador da Bahia Jaques Wagner, além de estrelas do esporte como a ex jogadora de basquete Hortência e o lutador de MMA Junior Cigano. [caption id="attachment_344407" align="aligncenter" width="580"] Inauguração Itaipava (Foto: André Oliveira).[/caption] “Em primeiro lugar, agradeço a Deus, e, em segundo, e de coração, a Lula e Jaques Wagner, por não medirem esforços para que esse dia acontecesse” disse o presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, durante a cerimônia. [caption id="attachment_344409" align="aligncenter" width="580"] O ex presidente Lula esteva presente no evento (Foto: André Oliveira).[/caption] Na mesma ocasião, o governador baiano afirmou em seu discurso: “Walter, você estimula cada um de seus funcionários a vencer com a sua história, de um simples distribuidor para um dos grandes empresários do País”. Já o ex presidente Lula enalteceu o povo da Bahia e afirmou que “Essa fábrica é o resultado do nosso esforço para diminuir a desigualdade nesse País. Sorria, Walter, você está na Bahia”. A Primeira do Nordeste Com capacidade de produção de seis milhões de hectolitros por ano, a empresa investe aproximadamente R$ 600 milhões para o desenvolvimento da unidade fabril no período de cinco anos, podendo chegar até R$ 1,1 bilhão com o negócio de distribuição. Um dos destaques da nova unidade é a tecnologia, a mais moderna da América Latina, adquirida da empresa alemã Krones AG. [caption id="attachment_344412" align="aligncenter" width="580"] Fábrica Itaipava (Foto: Divulgação/Grupo Petrópoliis).[/caption]

Antes mesmo da inauguração, os produtos do Grupo Petrópolis já registraram boa aceitação do consumidor nordestino. Em cerca de 60 dias, com distribuição ainda parcial, nos meses de setembro e outubro, foram consumidos mais de 200 mil hectolitros de cerveja, em garrafas de 600 ml e latas de 350 ml de Itaipava. [caption id="attachment_344494" align="aligncenter" width="562"] O Grupo Petrópolis está otimista com a abertura da nova fábrica (Foto: Divulgação/Grupo Petrópolis).[/caption] [caption id="attachment_344495" align="aligncenter" width="562"] Antes mesmo da inauguração da nova fábrica, as vendas da Itaipava já estavam em ascendente (Foto: Divulgação/Grupo Petrópolis).[/caption]

Tags: