Antes de seguir para o Brasil, a imensa estrutura de 36 metros de ponta a ponta, por 11 metros de altura, foi montada e desmontada no Japão para garantir que os encaixes estavam em perfeito ajuste.

Japan House tem fila para visitas durante inauguração.

06/05/2017

Foi aberta neste final de semana  a Japan House, centro cultural dedicado à cultura nipônica construído pela comunidade japonesa em São Paulo,. O prédio, localizado na Avenida Paulista, tem três andares com atrações gratuitas voltadas à arte, gastronomia e tecnologia. O espaço ainda terá um café e um restaurante japonês do chef Jun Sakamoto. A iniciativa é do governo japonês no Brasil.

A exposição inaugural, que fica em cartaz até 9 de julho, aborda a relação dos japoneses com o bambu: “Bambu – histórias de um Japão”.Os destaques são a instalação do artista Tanabe Chikuunsai 4º, que entrelaça 5 mil tiras da planta, e uma sala que reproduz uma floresta de bambu na qual os visitantes podem se deitar e assistir a uma animação.
Há também uma biblioteca com cerca de 2 mil livros. As obras, em português, japonês e inglês, são divididas em categorias como design e viagem. Além do acervo, haverá palestras e workshops gratuitos na programação.
A cidade de São Paulo é uma das três localidades escolhidas, juntamente com Londres, na Inglaterra, e Los Angeles, nos Estados Unidos, para receber a iniciativa. Segundo informações do centro cultual, os locais foram especialmente selecionados para propagar as características do Japão, desde a cultura milenar até as perspectivas inovadoras.

O banheiro da Japan House é tecnológico. Se limpa automaticamente, o assento é aquecido
e tem um controle com botões que controlam jatos pra frontais e traseiros pra limpar
as partes íntimas (Foto: Marcelo Brandt/G1)

VEJA COMO FOI DESENVOLVIDO O PROJETO

A fachada do projeto, executada por uma equipe de cinco artesãos especializados na arte de encaixes de madeira Hinoki, espécie de pinheiro japonês, já começou e é comandada pelo arquiteto japonês Kengo Kuma, idealizador do projeto em parceria com o escritório paulistano FGMF Arquitetos.

Cinco artesãos japoneses vieram até São Paulo montar a fachada da Japan House, que abre as portas em maio na Avenida Paulista

De uso tradicional, o Hinoki é uma madeira muito em voga na arquitetura contemporânea japonesa. A técnica de encaixe, criada há mais de 300 anos, será executada pela equipe de artesãos japoneses que veio ao Brasil especialmente para montar a estrutura. Peças grandes e menores de Hinoki se unem por meio de junções meticulosamente talhadas, como num sofisticado quebra-cabeça.

Fachada da Japan House São Paulo parece frágil e teve invstimento de U$30 mi.

Antes de seguir para o Brasil, a imensa estrutura de 36 metros de ponta a ponta, por 11 metros de altura, foi montada e desmontada no Japão para garantir que os encaixes estavam em perfeito ajuste.


Fonte:: Glamurama